Comitê dos ‘Premios TvyNovelas’ acusa indicações de fraude: “Nos usaram para uma farsa”

As confusões envolvendo os indicados da atual edição dos Premios TvyNovelas parecem cada vez mais longe de terminar. Dessa vez, três juradas do comitê que escolheu os concorrentes desse ano, Lupita Martinez, Aurora Valle e Claudia De Icasa, dedicaram uma edição de seu programa na internet, De Historia En Historia, para esclarecer os ataques que receberam após a divulgação dos nominados.

“Quero denunciar a premiação, foi uma mentira nosso convite. Não respeitaram nossos votos. Se três pessoas de cinco votamos em La Doble Vida De Estela Carrillo e ela não apareceu, vocês mentiram e para fazerem a armadilha que sempre fizeram, dão uma desculpa”

De acordo com as jornalistas (visivelmente alteradas), houve um grande engano por parte da produção. Elas foram convidadas para formar um comitê junto a Alfredo Gudinni e Flor Rubio, mas desconheciam, até então, que após o resultado desse comitê, entrariam mais dez executivos da Televisa para votar. “Não foram nessas condições que aceitamos participar. Se fosse, eu não aceitaria. Não é a primeira vez que nos usam para criar uma farsa”, declarou Lupita. “É patético que coloquem dez executivos que nunca viram uma novela para poder votar. Se dois já viram, foram muitos. Aliás, se é que eles existem. Tenho quase certeza que não existem.”, concluiu

Entre as críticas direta aos indicados, Lupita questiona “Em que cabeça vocês acham que alguém votaria em El Bienamado, uma das piores novelas da história, no lugar de La Doble Vida De Estela Carrillo?”. O questionamento se envolve na polêmica que se começou quando a novela de Rosy Ocampo apareceu indicada em todas as categorias, menos na principal, aonde concorre El Bienamado, que não aparece em nenhuma outra categoria da edição. O caso de Mayrin Villanueva também chama atenção. Claudia, Lupita e Aurora afirmam ter votado pela atriz, mas os organizadores não a indicaram com o propósito de trocar Adriana Louvier, inicialmente candidata na categoria de Atriz Coestelar, de categoria.

Essa não é a primeira vez que os Premios TvyNovelas sofre críticas de seu próprio comitê. Em 2014, houve uma contestação na categoria de Melhor Ator. O comitê alegou que quem recebeu mais votos foi Jorge Salinas, que na época concorria por Mi Corazón Es Tuyo, mas foi Sebastian Rulli, de Lo Que La Vida Me Robó, quem levou o prêmio para a casa. A polêmica provocou a saída do produtor Luis De Llano, que produzia o show há décadas, e a mudança de dinâmica do prêmio, que acabou sendo mudada para voto popular, já que o juri se negou a participar da edição seguinte após o ocorrido.

Ouça o programa completo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *